Ciência

O que aconteceu com as bandeiras deixadas na Lua?

Exatamente no dia 20 de julho de 1969, a Apollo 11 desceu na Lua às 10:56 da noite, no horário oficial da Costa Leste dos EUA, Neil Armstrong realizou essa ação. Suas primeiras palavras foram “É um pequeno passo para o Homem, mas um grande passo para a Humanidade”, ele se tornou o primeiro ser humano a pisar na lua.

Apollo Bandeira na Lua
Fonte da imagem: Astronauta Charles Conrad

Entretanto, antes de voltar à Terra, a Apollo 11 deixou algumas provas de que estivemos realmente na Lua. Além de várias pegadas e uma quantidade elevada de lixo, os astronautas fincaram no chão da Lua um poste com uma bandeira grande dos EUA feita especificamente de Nylon, que media cerca de 90 centímetros por 1,5 metro.

Entretanto, o que será que aconteceu com essas bandeiras fincadas na Lua? Será que elas ainda estão fincadas lá? O estado de conservação delas depois de quase meio século na superfície da Lua está considerável? Essas e outras perguntas vem sendo frequente pelos internautas ultimamente.

Os astronautas acreditavam que, com a poeira extremamente elevada e também com os raios ultravioletas do Sol, seria mais provável que a bandeira de forma muito rápida se tornasse branca e, em seguida, se desintegrasse da Lua.

Sabemos que esse tipo de bandeira (nylon comum) não foi desenvolvida para durar muito tempo, quem dirá sobreviver na Lua por um longo período. Para se ter uma ideia, ela foi adquirida por apenas US$ 5,50 na época (o que daria mais ou menos US$ 35 hoje).

É verdade que colocaram a bandeira na Lua
Fonte da imagem: HypeScience

Após um determinado período, mais cinco bandeiras foram fincadas no solo da Lua durante as missões conhecidas como Apollo 12, 14, 15, 16 e por fim a 17. Você deve estar se perguntando do motivo de ter pulado a Apollo 13, o fato é que, ela nunca chegou ao solo da Lua por motivos que você deve já ter ouvido falar.

Voltando um pouco ao tempo (2012), A Lunar Reconnaissance Orbiter Camera, ou a conhecida LROC, foi lançada no início de junho de 2009. Foram três anos orbitando várias vezes a Lua e capturando fotos com uma câmera de altíssima resolução.

Ainda em 2012, as imagens foram enviadas pela LROC confirmaram que as bandeiras da Apollo 11 e da Apollo 15 não só tinham sobrevivido, como ainda estavam de pé. Ao olhar para as fotos em diferentes momentos do dia, o movimento das sombras confirmou que as bandeiras ainda estão lá.

Agora a pergunta mais comum: e as condições das bandeiras encontradas? O consenso generalizado é que elas provavelmente foram perdendo suas cores com o passar do tempo até ficarem totalmente brancas. A LROC identificou também outras coisas deixadas para trás: como as trilhas feitas pelos astronautas, mochilas e rovers.

Em breve será bem possível vermos de maneira mais detalhada e eficaz as bandeiras (mesmo que brancas) na superfície da Lua, com o alto avançado da Tecnologia nos últimos tempos.

E você, o que acha das bandeiras dos EUA na Lua? Compartilhe a sua opinião conosco!

Fonte: HypeScience, Gizmodo

Ciência
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma startup com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Ciência:

Bizarro: A assustadora escala das Bombas Nucleares

Juan de Souza18/10/2016

Vídeo em 360 graus da NASA te leva para conhecer Marte

Juan de Souza10/02/2016

12 fatos curiosos que acontecem em nosso Planeta

Juan de Souza10/11/2015

Curiosidade: Bolha enorme no mar fascina Mergulhadores

Juan de Souza26/10/2015

Curiosidade: Um buraco enorme apareceu no Sol

Juan de Souza22/10/2015

Curiosidade: Internet no espaço é até 450 vezes mais lento

Juan de Souza01/10/2015