Microsoft

Microsoft remove mais de 1.500 aplicativos falsos da Windows Store

Atualmente é comum pessoas utilizando uma loja de aplicativos no sistema móvel ou no computador, na qual possui uma variedade de opções, que de primeiro olhar, podem ser confundidos com facilidade com os aplicativos de serviços legítimos. Pois bem, é o que ocorre na Windows Store. Entretanto, a Microsoft começou a combater definitivamente.

Microsoft Store no Brasil
Fonte da imagem: The Verge

Antes da medida considerada como “severa” por parte da Microsoft, bastava uma pesquisa rápida e simples na Windows Store para conseguir localizar aplicativos não oficiais de redes sociais, clones de games e até mesmo ferramentas que prometiam determinadas funcionalidades, mas na verdade entregavam outras.

Sem considerar também o risco a exposição do usuário final a determinados softwares com finalidades maliciosas, esta falta de administração sobre os aplicativos, fazia com que o acesso a determinados aplicativos oficiais fosse dificultado. Isso porque vários aplicativos “genéricos” continham nomes e ícones que remetiam a serviços legítimos.

Há algum tempo, que a nova política “severa” está fazendo efeito na Loja de Aplicativos. De acordo com a própria a Microsoft, a grande maioria dos desenvolvedores responsáveis pelos aplicativos que feriam uma ou mais condições aceitou em aplicar as modificações necessárias e cabíveis para cada caso em particular.

Entretanto, houve casos de desenvolvedores menos receptivos que recusaram o pedido. Com isso, aproximadamente mais de 1.500 aplicativos considerados como irregulares acabaram sendo removidos da Windows Store por completo e a conta do desenvolvedor bloqueada.

A Microsoft ainda afirma em seu comunicado oficial que reembolsará absolutamente todos os usuários que tiverem adquirido aplicativos não desejados na Loja por causa de determinadas descrições ou também ícones enganosos. Para saber mais informações, clique aqui.

E você, qual a sua opinião sobre a Windows Store? Compartilhe a sua opinião conosco!

Fonte: Mashable

  • Felipe Cabral

    Fico muito feliz em saber que a Microsoft está tomando a decisão adequada para essa situação complicada…

    Apoiado Microsoft! 🙂

Microsoft
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma startup com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Microsoft:

Microsoft anuncia compra do LinkedIn por US$ 26,2 bilhões

Juan de Souza13/06/2016

Tutorial: Instalar os Gadgets do Windows 7 no Windows 10

Juan de Souza15/05/2016

Tutorial: Como personalizar com cores o Windows 10

Juan de Souza08/05/2016

Memória RAM – Vale a pena fazer o upgrade?

Juan de Souza24/04/2016

Microsoft encerra produção do Xbox 360

Juan de Souza21/04/2016

Conheça a história por trás do wallpaper do Windows XP

Juan de Souza11/01/2016