Games

Review: Batman: Arkham Knight

Batman Arkham Knight, lançado no dia 23 de Junho de 2015, cumpre o mais triste objetivo de realizar, de forma geral e bem elaborada, o desfecho dos 6 longos anos de games da série Arkham. Na qual possuiu 4 games (Asylum, City, Origins e Knight), respectivamente. 

Análise Batman: Arkham Knight PS4
Fonte da imagem: GameSpot

O game se passa depois dos acontecimentos de seu seu antecessor (cronologicamente falando, Arkham City). Por consequência, do sentimento de obrigação na melhora gráfica (por ser um game da próxima geração) e mecanismos inovadores de combate e jogabilidade (Batmóvel, combate duplo, planagem, finalizações, etc.) por parte de sua produtora, Rockteady, obteve-se um produto final com um enredo pouco elaborado, simples, porém com vertentes nas quais alimentam a mesma, tornando-a um pouco mais interessante.

A trama, se passa com foco na pós morte do Coringa, durante o último game, causando, por um curto período de tempo, a ausência de crimes. Porém, o Espantalho retorna buscando caos e vingança por sua derrota em Arkham Asylum. E ao utilizar uma pequena amostra de seu gás, demonstra o que é capaz de causar. Assim consegue fazer com que toda a cidade evacue, restando somente aqueles que apoiam o crime e a desordem.

Batman: Arkham Knight no Xbox One
Fonte da imagem: Kotaku

Duas Caras, Mulher Gato, Charada, Penguim, Harley Quinn, Arkham Knight (novo vilão), Espantalho, Deathstroke, Era Venenosa, “Coringa”, entre outros, estão presentes no game como vilões ou aliados durante a campanha ou missões secundárias. Batman junto com a GCPD (polícia local) e sua equipe (Asa Noturna, Robin, Alfred, Lucios e Oracle) trabalham juntos para dizimar, de uma vez, o constante terror e caos da cidade. E é ai que o game inicia, prolongando-se, com algumas reviravoltas e surpresas, até o final. Nada muito abrangente e fora deste contexto.

Pela primeira vez, a possibilidade de jogar com o Batmóvel tornou-se real. Ao criar um mundo como Gotham, cheio de capangas, detalhes de ruas, prédios, expressões faciais, chuvas constantes, contrastes, iluminação, objetos destrutíveis, entre muitas outras coisas… Temos que reconhecer que foi muito bem trabalhado. As condições gráficas do game estão espetaculares, ainda sem erros de renderização e delay do mesmo.

PC Batman: Arkham Knight Review
Fonte da imagem: Den of Geek

Com ruas largas, bem iluminadas, cheias de perigo (carros de capangas, tanques, drones, minas), obras, atos de vandalização constantes, missões exclusivas para o mesmo, o gameplay com o novo veículo principal da série constata-se ótima jogabilidade e movimentação em ambos os modos (combate e corrida livre) além de dinâmico também muito bem organizado e bem trabalhado em termos de comandos, gameplay. Tudo responde muito bem!

Para o último game da série, Gotham foi toda reconstruída ampliando seu tamanho físico e gráfico, abrindo portas para melhores explorações tanto terrestres quanto aérias. Espaços para mais easter eggs, missões, inimigos, charadas e movimentações gerais. Por ser um mapa 5 vezes maior que a do Arkham City, implementaram-se muitas melhoras todas orbitando num maior conforto de jogabilidade do personagem principal.

Batman: Arkham Knight Análise
Fonte da imagem: USgamer

Melhorias de sua armadura e automóvel para melhor locomoção (velocidade) foram realizadas além de também, as melhorias de combate. Novos golpes, contra-ataques, finalizações e gadgets estão mais presentes e necessárias do que nunca. O esquema das árvores de melhorias do personagem continua presente.

Porém, nesse game, todas as melhorias incluem novidades pois, como o Batman sai de Arkham City com tudo praticado, no novo game aprenderá novos truques bem úteis para se testar diante de novos inimigos e desafios.

Batman: Arkham Knight Português
Fonte da imagem: GameSpot

Durante o modo história, Arkham Knight tenta arrecadar todas as memórias dos últimos games para atrair o lado sentimental do fan, o carinho que muitos possuem pelo game, para realmente se despedirem de tamanha franquia. O apelo nostálgico é muito bem explorado e também importante para nunca ser esquecido. Arkham Knight marca o fim do Batman de modo radical porém surpreendente.

Com uma conclusão de tamanha qualidade e peso a concorrer game do ano, Batman Arkham Knight não realizou menos do esperado. O game nos deixa ainda várias boas memórias de todos os games como um todo se resumindo em sua última atuação como “O vigilante noturno”. Há muito a ser explorado e descoberto neste vasto mundo caótico de Gotham. E pela última vez, você irá por um fim em todos aqueles que praticam o mal.” Be The Batman ”

Nossa Opinião
  • Gráficos - 10/10
    10/10
  • Interface - 8.5/10
    8.5/10
  • Jogabilidade - 8.7/10
    8.7/10
  • Desempenho - 9.2/10
    9.2/10
  • Funcionalidades - 9/10
    9/10

Conclusão

Batman: Arkham Knight é o último game da franquia Arkham produzido pela Rocksteady Studios. Em Arkham Knight, a Rocksteady leva o Cavaleiro das Trevas para a nova geração de consoles, como PlayStation 4, Xbox One, e PC, e foi lançado em junho de 2015.

A história se baseia num acontecimento um ano após Arkham City e, o homem-morcego precisa enfrentar Scarecrow. O vilão está no comando de vários inimigos conhecidos do Batman, incluindo Pinguim, Duas-Caras e Arlequina, todos dispostos a caçá-lo.

Todavia, diferente de Arkham Origins, o protagonista está no ápice da suas habilidades. Não tenha dúvida alguma de que, o game é altamente recomendado para aqueles que querem se aventurar no game de última geração do Batman. Entretanto, é de se ressaltar que, para melhor compreensão do enredo (história) do game, será necessário jogar as demais franquias.

Para comprar, clique em nossa loja abaixo:

RecantoShop

9.1/10

Imagem: Kotaku

  • Carlos Eduardo

    Achei irado sua review e o modo que você escreve, o único contra mesmo (falando do game) é que em versões para PC ele teve de se parado para vendas, por problemas técnicos graves e, custa até R$ 249 DILMAS!!!!! ;/
    kkkk

    • Sim, as versões de PC tiveram alguns, vários, problemas. Porém todas sanadas. E confere la na nossa loja que o game está mais barato!

  • Lucas Andrade

    Muito bom esse jogo! Simplesmente demais, agora, tipo, se tivesse Reviews diversificadas de games antigos, tipo: Crash Bandicoot ou Metal Gear clássico, até mesmo em vídeos, traria um bom retorno, e eu iria acompanhar cada vez mais o site de vocês!

    • Lucas, Ja possuimos a Review do Crash em nosso site! Vamos considerar a ideia do Metal Gear. Thanks pelo feedback

Games

Sou do Rio de Janeiro, fanático por games, tecnologia em geral desde pequeno, além de filmes e matemática.

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017

Review: Slime Rancher

Juan de Souza08/05/2017

Benefícios científicos de jogar videogames

Juan de Souza03/05/2017

Review: John Jump

Juan de Souza24/12/2016

Review: The Last Guardian

Juan de Souza15/12/2016