Android

Falha de segurança afeta 95% dos aparelhos Android

Recentemente, a empresa Zimperium, especializada em segurança avançada para os gadgets, acaba de encontrar uma falha de segurança “crítica” que atinge 95% de usuários do Android. Segundo a companhia, essa falha afeta as versões do sistema operacional 2.2 (Froyo) até o mais recente, o 5.1 (Lollipop), o que compreende 95% dos aparelho equipados com o sistema da Google.

Você deve estar se perguntando, onde a falha se encontra, certo? Pois bem, o problema está relacionado à biblioteca que gerencia os arquivos de mídias no gadget, conhecido popularmente como “Stagefright”. Ainda segunda a companhia, diversas vulnerabilidades foram encontradas, possibilitando que usuários mal intencionados acessem e tomem conta do aparelho de forma remota.

Com essa falha mencionada, um usuário mal intencionado pode utilizar o número de telefone da vítima, para enviar arquivos multimídia através do sistema MMS, tomando o acesso total ou parcial do dispositivo, sem que o usuário perceba qualquer atividade suspeita.

Ainda sim, a invasão ainda pode acontecer durante o tradicional “modo de espera”, que possibilita que o criminoso apague todos os rastros de sua tentativa de obter suas informações pessoais. Com esse poder sobre o telefone, o usuário mal intencionado adquiri o controle sobre o microfone e os demais componentes de hardware, além roubar suas credenciais.

De acordo com Zuk Avraham, chefe de tecnologia da Zimperium, essas vulnerabilidades que foram encontradas recentemente são extremamente perigosas, porque não requerem que o usuário final (vítima) realize algum procedimento específico para serem explorados.

Contudo, a Google já está ciente do problema considerado como “crítico”. Entretanto, a companhia já lançou uma correção para o projeto fonte do Android. Porém, a falha ainda continuará a existir até que a atualização seja distribuída de maneira efetiva para todos usuários, o que deve demorar um pouco, uma vez que existem várias versões “customizadas” do sistema móvel em diversas fabricantes.

Após o ocorrido, a Google emitiu um comunicado oficial agradecendo a empresa por identificar e reportar a falha. Todavia, para explicar o que ocorreu, a Google diz o seguinte:

“A segurança dos usuários Android é extremamente importante para nós e por isso os patches já foram providenciados para os parceiros que podem aplica-los para qualquer dispositivo. A maioria dos aparelho Android, incluindo os mais recentes, possuem múltiplas tecnologias que foram criadas para dificultar a vida dos invasores. Os dispositivos Android também possuem uma aplicação “caixa de areia” criada para proteger os dados e outros aplicativos nos aparelhos”.

Fonte: VentureBeat
Imagem: MobileAdvertisingWatch

Android
@tfxbrasil

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).

Veja também outras matérias relacionadas a Android:

Android N é revelado no Google I/O 2016

Juan de Souza18/05/2016

Samsung anuncia o Galaxy S7 e o Galaxy S7 edge

Juan de Souza21/02/2016

A fragmentação do Android é algo bom ou ruim?

Juan de Souza28/09/2015

Nvidia inicia recall emergencial para o tablet Nvidia Shield

Juan de Souza02/08/2015

Apple revela: várias pessoas migraram do Android para o iOS

Juan de Souza22/07/2015

Xiaomi anuncia Smart TV Android 4K de 48 polegadas

Juan de Souza17/07/2015