Games

Review: Agar.io

Recentemente, surgiu um game muito popular, que tomou conta dos navegadores e do universo mobile. Estamos nos referindo de Agar.io, um game com um objetivo simples, isto é, sobreviver. Além do mais, Agar.io está disponível em versão web e em versão mobile para Android, iPhone e iPad. Confira em nosso review nossas impressões!

Análise Agar.io
Fonte da imagem: Agar.io

A ideia de Agar.io é um tanto quando simples e criativo: você é uma espécie de “célula”, que percorre uma “sopa primordial” com a única missão: engolir tudo que ver pela frente e tornar-se cada vez maior, sem morrer, é claro. A diferença é que existem outras dezenas de players online com o mesmo objetivo, que não vão poupar esforços para te destruir.

Em aspectos de gameplay, Agar.io se baseia apenas nesse módulo: encostar em células menores que a sua para aumentar consideravelmente o seu tamanho. Além é claro, de fugir das maiores para não ser “engolido” e perder toda a partida. Sim, “morrer” por aqui é definitivo; se isso acontecer, terá de começar tudo de novo (Try Again).

Análise Agar.io
Fonte da imagem: TFX

O mais interessante é que, por mais simples que o game seja, ele ainda possui certos mecanismos de defesa para você utilizar, como ejetar uma certa quantidade de massa para movimentar-se mais rápido ou dividir-se em mais de uma célula (uma ação muito boa para “dar um bote” naquele player que fugiu de você por muito tempo), que são ativados pelas teclas W e Espaço, respectivamente, na versão web.

Contudo, por mais que a chegada do game tenha sido na versão web, o mesmo já está disponível nos dispositivos móveis, com uma versão que foi digna da genialidade de Agar.io. Enquanto o movimento no PC era feito por meio do mouse, agora é possível realizá-lo em qualquer canto da tela, formando um direcional analógico (muito criativo), que flui bem e não trava.

Agar.io Como Jogar
Fonte da imagem: TFX

Em quesitos visuais, infelizmente, Agar.io teve percas nas opções de personalização. Na verdade, ele não teve um determinado “foco” nesse aspecto, sendo apenas círculos coloridos correndo por uma tela branca, nada que realmente impressione — mas aquela ideia minimalista sempre teu o seu carisma.

Entretanto, na versão web, é possível escolher fotos personalizadas para suas células e conectar-se com o Facebook para conseguir recursos, coisas que não estão disponíveis na versão mobile. Aliás, em ambas plataformas, não existe música durante as jogatinas e os efeitos sonoros são ínfimos. Porém, nada que estrague o brilho do jogo.

Para jogá-lo na versão web, clique aqui.

Nossa Opinião
  • Gráficos - 6/10
    6/10
  • Interface - 9/10
    9/10
  • Jogabilidade - 10/10
    10/10
  • Desempenho - 9.2/10
    9.2/10
  • Funcionalidades - 10/10
    10/10

Conclusão

Agar.io é uma prova de que uma boa ideia não precisa de muita coisa para dar certo. Os gráficos não chegam a impressionar, os controles são muito simples, a trilha sonora está extinta. Porém, o gameplay é muito divertido e viciante.

Cada vez que você estiver por dez minutos jogando e, por uma pequena distração, sua célula ir dessa pra melhor, você vai querer jogar novamente, só para se vingar. Agar.io é bem recomendado para quem curte de competições e para quem tem bastante tempo livre para entrar nessa "batalha de sobrevivência".

8.8/10

Imagem: Steam

  • Lucas Andrade

    Jogo viciante e divertido, kkkkk, recomendado!! :xD

Games
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma empresa com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Juan de Souza04/07/2017

Review: Carros 3: Correndo para Vencer

Juan de Souza22/06/2017

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Os maiores clássicos do Super Nintendo

Juan de Souza01/06/2017

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017