Games

Review: F1 2015

Chegou! Um dos games mais aguardados do ano, o F1 2015, que veio com a proposta de ser ainda mais realista do que o seu antecessor. Depois do lançamento no PC, o título chega aos consoles de nova geração (PS4 e Xbox One). Além de motor gráfico (Engine) inédito para a série, o game traz ainda os pilotos da temporada atual e, carros ainda mais modernos e customizáveis para os fãs da franquia. Confira nossa análise completa!

Review Fórmula 1 2015
Fonte da imagem: Codemasters

Aparentemente, uma das maiores novidades por aqui é a simulação de apresentação televisiva, com ainda mais realismo e bem próximo do que vemos no mundo real (literalmente). Os controles também foram melhorados, em especial para os gamers que reclamaram do F1 2014.

É inegável que F1 2015 é bem superior aos anteriores, seja em aspectos de jogabilidade e também em questão gráfica, mas para por ai. O visual, apesar de razoável, ainda poderia ser bem mais realista, na paleta de cores e efeitos visuais, por exemplo. Além do mais, após games como “DriveClub” e “Forza Motorsport” serem lançados para os consoles de nova geração e, de fato, serem a nova geração de gráficos.

Agora, em termos de jogabilidade, F1 2015 é uma mescla entre Simulador e Arcade, mais puxado para a primeira opção. Contudo, o grande problema é a falta de conteúdo em conjunto. A Codemasters removeu qualquer modo caracterizado como “interativo” do game, isto é, não é possível criar um piloto e nem modo carreira, em que jogador poderia competir a fim de alcançar vitórias com equipes pequenas, além receber convites para outras temporadas, nas demais equipes.

F1 2015 Análise
Fonte da imagem: Codemasters

De certo modo, F1 2015 têm um grande potencial. Contudo, em relação à versão anterior, o novo game da Codemasters chega com poucos modos de jogo quando comparado com os antigos games da franquia. O multiplayer, por exemplo, possui algumas diferenças e a principal delas é o “Modo Corrida”, onde é possível participar da corrida da atual temporada de 2015 ao mesmo tempo que acontece a corrida, de verdade.

Em outras palavras, a etapa fica disponível até a prova seguinte na vida real, isto é, a corrida disponível é a da Inglaterra, por exemplo, que foi até ontem, domingo, dia 26 de julho, quando a etapa será a da Hungria. Contudo, o multiplayer é separado por dificuldades dos players. Veja abaixo algumas delas:

1 – Iniciante, com modos Introdução de Iniciantes e Sprint de Iniciantes;
2 – Mediano, com modos Sprint, Favoritos da Temporada e Volante a Volante;
3 – Avançado, com modos Avançado Sem Assistência e Resistência Avançada;
4 – Corrida Personalizada, o jogador cria o seu próprio evento e convida os amigos.

Review Fórmula One GAME 2015
Fonte da imagem: Codemasters

Infelizmente, F1 2015 possui diversos bugs, alguns bem graves, a qual precisam ser corrigidos. Alguns deles já foram sanados com algumas atualizações contínuas já lançadas pela própria Codemasters, mas ainda há alguns bem “frustrantes” no game. Porém, os mesmos bugs que estão sendo divulgados, estão sendo “listados” pela empresa para uma correção mais breve.

F1 2015 possui alguns marcos bem interessantes, como por exemplo, a comunicação entre o engenheiro e o piloto pode ser considerada a melhor de toda franquia. De fato, o engenheiro lhe transmite diversas informações consideradas como importantes e até mesmo cruciais em certos momentos.

Agora, tudo o que é dito pelo engenheiro tem uma importância, às vezes um pouco mais, outras um pouco menos, o que é genial, uma vez que a “realidade” é alcançada, nesse aspecto. Desde previsão do tempo, sugestões gerais, os tempos de voltas dos adversários, a situação do veículo quando está com “alguns problemas”, e se o player não seguir os conselhos passados, irá sofrer danos graves ao longo da corrida.

Review F1 2015 Português
Fonte da imagem: Codemasters

Agora em termos visual, “F1 2015” pode e deve ser considerado como “superior” aos games anteriores, mas ainda, abaixo do que se espera num game voltado para a nova geração. Sem dúvidas, existe melhorias nítidas, principalmente em efeitos de texturização, efeitos climáticos, partículas e a modelagem impecável dos circuitos, que estão mais detalhados de forma geral. Contudo, quando olhado de perto, a coisa chega a assustar de tão “pixelizada” que é. Em outras palavras, só funciona visto de longe.

O game é narrado em português do Brasil, de forma um tanto quanto genérica demais. Além disso, há também comentários que são feitos antes e depois de cada treino e/ou corrida. Esse processo é realizado de forma muito robótica, como se os “locutores” estivessem lendo um texto. A verdade é que eles nem fariam falta em F1 2015, diferente do engenheiro que lhe proporciona valiosas sugestões ao longo da jogatina.

Outro ponto que ganhou um belo “upgrade” é o áudio, seja no ronco dos motores que está impecável. De modo geral, o áudio está perfeito, o barulho do ambiente e até mesmo o som da “aderência dos pneus” ao passar nas zebras e/ou fora da pista, por exemplo, está muito bem adaptada, tornando-se uma verdadeira obra de arte.

Nossa Opinião
  • Gráficos - 7.4/10
    7.4/10
  • Jogabilidade - 8.3/10
    8.3/10
  • Áudio - 8.7/10
    8.7/10
  • Multiplayer - 7.9/10
    7.9/10

Conclusão

Se você é um fã de corrida e não se preocupa em criar personagens, fazer carreira e evoluir ao longo do jogo, "F1 2015" é um gigante acerto para você, caro gamer. O game acertou em cheio em termos de jogabilidade, trazendo mudanças consideradas como importantes, que agradam tanto os que preferem simuladores quanto os que preferem os tradicionais arcades.

Entretanto, há alguns jogadores que preferem criar o seu piloto e evoluir em modos de carreira, recebendo convites de equipes, entre outros. Para estes jogadores, "F1 2015" não é o game ideal, infelizmente. O fato é que a Codemasters levou a franquia "Fórmula 1" à outro patamar, tanto em jogabilidade quanto em quesitos gráficos, mas ainda assim não chega a ser um game à altura da nova geração, como havia sido prometido pela empresa.

8.1/10

Imagem: GameSpot

  • Marcelly Custodio

    Meu irmão comprou esse jogo para o playstation four; ele gostou bastante…

  • Pedro Gouvea

    Irado!!!!!

  • Sonia Maria Custodio

    Muito bom, excelente Juan! 🙂

Games
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma empresa com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017

Review: Slime Rancher

Juan de Souza08/05/2017

Benefícios científicos de jogar videogames

Juan de Souza03/05/2017

Review: John Jump

Juan de Souza24/12/2016

Review: The Last Guardian

Juan de Souza15/12/2016