Curiosidades

Curiosidade: Fechar os aplicativos economiza a bateria?

Responda rápido: qual é a melhor maneira de economizar a bateria do seu smartphone? As dicas são as mais diversas, e uma das mais comuns é fechar todos os aplicativos abertos para economizar processamento. Porém, existem evidências que indicam o oposto: se você pretende voltar a utilizar um app em breve, é melhor não fechá-lo.

No iOS, sistema móvel da Apple, a dica mais comum para economizar a bateria do iPhone é fechar os aplicativos que estão sendo executados em segundo plano. Entretanto, essa prática pode piorar a autonomia de energia do seu iDevice.

De acordo com Scotty Loveless, um ex-técnico da Genius Bar, os aplicativos em segundo planos não estão em execução, já que o sistema iOS os “congela” em um certo ponto para que retomá-los posteriormente seja um processo rápido. Em outras palavras, ao fechar um aplicativo que você utiliza com frequência, você está, na verdade, gastando mais bateria em longo prazo do que economizando.

Agora, no Android, os aplicativos abertos ficam “estáticos” quase sem consumir processamento em segundo plano. O sistema móvel da Google possui uma ferramenta multitarefa inteligente. Se um determinado aplicativo ficar aberto por muito tempo, ou se o celular necessitar de mais recursos, os aplicativos começarão a fechar gradativamente, fazendo com que não haja “engasgos” no sistema móvel.

Por outro lado, há outros vilões que fazem com que a bateria do seu smartphone seja reduzida, como, por exemplo: manter o Wi-Fi, Bluetooth, GPS e NFC ativado é garantia de “sugar” a bateria do seu gadget rapidamente. Estes, sim, podem e devem ser desativados quando você não está utilizando.

Outra maneira é evitar que o smartphone fique verificando constantemente se há atualizações no Facebook, Snapchat, Instagram e E-mails, por exemplo. Aplicativos como estes, que funcionam em segundo plano, também são responsáveis por uma boa parcela do consumo de bateria. Se puder, configure o seu smartphone para evitar que isso aconteça, permitindo apenas a atualização manual.

Além disso, ajustar o brilho da tela do seu smartphone pode “salvar” algum tempo uso. Contudo, a grande maioria dos smartphones atuais oferece a possibilidade de ajuste “Automático do Brilho” dependendo da luz do ambiente. Nesse caso, não recomendamos ativar esse recurso. Isso porque, para compreender a luminosidade ideal, são utilizados certos sensores e poder de processamento que, por sua vez, gastam bateria em tarefas secundárias. O recomendado é você definir o brilho pelo qual você se sinta confortável, além de manter seu gadget funcionando sem o “Low Battery”.

E você, fechava os apps anteriormente? Compartilhe a sua opinião conosco! 🙂

Fonte: Lifehacker, Appinstructor
Imagem: iMore

Curiosidades
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma startup com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Curiosidades:

Por que o mascote do Linux é um pinguim?

Juan de Souza15/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017

Benefícios científicos de jogar videogames

Juan de Souza03/05/2017

Deixar o PC ligado muito tempo estraga?

Juan de Souza26/04/2017

Canais no YouTube para aprender Inglês

Juan de Souza05/01/2017

Curiosidade: As cenas reutilizadas da Disney

Juan de Souza18/10/2016