Games

Review: Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

A demora valeu a pena, muito a pena, Hideo Kojima traz a última e uma das melhores adições á sua franquia lendária de games da série Metal Gear. O jogo traz a conclusão da história de Big Boss, e o que ocorreu entre Ground Zeroes e o inicio da história de Solid Snake, como um todo, o jogo serve para “tapar o buraco” entre as sagas principais, então esperem muitas referências e conexões durante o seu gameplay (também existe uma pequena referência ao jogo cancelado Silent Hill de Kojima e Guillermo Del Toro).

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain Análise
Fonte da imagem: Forbes

O game foi escrito e dirigido por Hideo Kojima, que é considerado o Quentin Tarantino dos games (fato até engraçado devido aos créditos que aparecem no início e fim de cada missão), por sua trama altamente rica em detalhes, fatos históricos e criatividade. Esse jogo saiu na hora perfeita devido á briga de Kojima com a Konami, que havia rumores de que a Konami cancelaria tal obra-prima, acabou por Kojima saindo da empresa e perdendo os estúdios que havia construído durante os anos. Mas o jogo saiu (felizmente), e entrou para a história como um dos melhores jogos da história, ao lado dos antigos jogos da série como Metal Gear Solid 3: Snake Eater. O enredo é completamente imersivo em vários aspectos, seja de licença histórica ou na trama em si, a introdução de personagens como Eli ou Liquid Snake (que iria aparecer em outros jogos da série), e Quiet, a sniper assassina que seduziu gamers ao redor do mundo.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain Análise
Fonte da imagem: Konami

A história é passada entre 1975 e 1984 depois da queda da Mother Base do MSF (Militaire Sans Frontaire) em Ground Zeroes, após disso Big Boss entra em coma por 9 anos, acordando em 1984 e criando os Diamond Dogs junto com Kazuhira Miller e Revolver Ocelot. O responsável pela queda da Mother Base em 75, Skull Face da XOF esta se preparando para lançar o Sahelantropus, um novo tipo de Metal Gear, junto com um parasita que infecta as cordas vocais das pessoas que falam um certo tipo de língua. O game é composto de missões principais, que adicionam trama á história ou quantidade grande de dinheiro ao orçamento da sua Mother Base, e paralelas, que servem para melhorar de certar formas o gameplay.

Metal Gear Solid V Análise
Fonte da imagem: Konami

O game roda em Terceira Pessoa e possui mundo aberto, porém quando se mira uma arma com L2/LT e pressionando R1/RB se entra no modo Primeira Pessoa, o que facilita para atirar nas regiões escolhidas pelo jogador. O game se passa em uma região do Afeganistão e depois possibilita a oportunidade de ir para uma região litorânea na África Central. Um dado muito importante e revolucionário do jogo, é que os inimigos se adaptam ao seu modo de jogar, por exemplo, caso você jogue várias missões executando “headshots” nos inimigos, eles começaram a usar capacetes. O jogo é altamente divertido, jogando entre amigos ou sozinho, e é realmente capaz de todos terem uma boa quantidade de entretenimento, seja observando, revezando entre mortes, ou ajudando pelo Companion app que disponibilizaram via App Store e Play Store.

Mas Phantom Pain é muito além do campo de batalha, é preciso cuidar de sua Mother Base, adicionando tropas em cada área de seu exército, aprimorando suas defesas, e desenvolvendo-a como um todo, isso proporcionará vantagens á sua tropa e ao player no campo de batalha, seja com novas armas, armaduras e equipamentos até pílulas de aprimorar os sentidos.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain Análise
Fonte da imagem: Konami

Algo também muito interessante do jogo e de suas missões, é o fator que dificulta missões jogadas anteriormente, por exemplo, você concluiu a missão 12, mais a frente do jogo, você poderá repetir essa missão, com um lucro maior junto de um desses três modos:
•Subsistência: Todo e qualquer tipo de equipamento (desde armas até óculos de visão noturna ) deve ser obtido no campo.
•Extremo: O modo reflexo (o mundo entra em slow-motion e da a chance do jogador de eliminar o inimigo que o avistou) e o chapéu de galinha (o jogador pode ser avistado até três vezes pelo soldado inimigo sem ele perceber) são desativados
permanente durante a missão.
•Furtividade Total: Caso o player seja detectado, a missão é dada como fracassada imediatamente.

A junção da capacidade gráfica somado as músicas da década de 80 escolhidas á dedo por Kojima, transforma o jogo em um verdadeiro filme, com cutscenes que chegam a demorar um tempinho e um gameplay com uma atmosfera perfeitamente recriada da realidade, com tempestades de areia e chuvas periódicas que ocorrem durante o gameplay no mundo aberto.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain Análise
Fonte da imagem: Konami

Vale lembrar que a demora que a Konami teve para lançar o jogo excluiu qualquer bug apresentado em gameplays anteriores do lançamento. A Konami também anunciou o Metal Gear Online, o modo PvP desejado por muitos fãs, o multiplayer já tem gameplay revelado, e nele é possível observar três classes, o sniper, o assult e o furtivo, e cada um tem seus equipamentos e perks exclusivos. A data anunciada para o lançamento é 6 de Outubro.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
Fonte da imagem: GameSpot

Aqui vai um conselho para os que jogarão e os que estão jogando ainda. O nome verdadeiramente completo dos jogos da série Metal Gear Solid, termina com “Tactical Espionage Operations” que basicamente falando, seria um modo de dizer que o jogo é algo baseado em espionagem, devido ai seu fator furtivo. Aqui um conselho, quando jogar uma missão, tenha calma, analise o campo adversário, marque os inimigos, seja soturno, fazendo isso você não só conclui a missão com maior facilidade e maior pontuação, como segue o lema do jogo, que é ser cauteloso e furtivo sempre.

O jogo como um todo é perfeito, com seu gameplay fluido e evoluído, a atmosfera e natureza dos lugares muito bem recriados, um enredo marcante para todos os fãs da franquia, e uma trilha sonora espetacular. Este foi a homenagem perfeita ao mestre Hideo Kojima,que por muitos anos inovou cada vez mais a indústria dos videogames.

Nossa Opinião
  • Jogabilidade - 10/10
    10/10
  • Qualidade Gráfica - 10/10
    10/10
  • Trilha Sonora - 10/10
    10/10
  • Enredo - 10/10
    10/10
  • Entretenimento - 10/10
    10/10

Conclusão

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, será lembrado como o ultimo jogo que Hideo Kojima lançou junto com a Konami, porém esta marcado como um dos melhores jogos. Hideo Kojima será lembrado junto com várias outras lendas no mundo dos videogames.

Para comprar, clique em nossa loja abaixo:

RecantoShop

10/10

E você, o que achou do game? Compartilhe a sua opinião conosco! 🙂

Imagem: Konami

  • Pedro Gouvea

    Irado! Parabéns pelo post!

  • Paulo Coelho Sousa

    Uau! Genial o post Rafael!
    Você parece com o personagem (o cavalo) do Metal Gear Solid 5, cara, parabéns!

Games

Sócio da Aibu's Films, escrevo para o site e sou estudante no Ensino Médio.

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Uncharted: The Lost Legacy

Juan de Souza25/08/2017

Review: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Juan de Souza04/07/2017

Review: Carros 3: Correndo para Vencer

Juan de Souza22/06/2017

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Os maiores clássicos do Super Nintendo

Juan de Souza01/06/2017

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017