Cinema

Nostalgia: Os Incríveis

Definitivamente, o filme de maior sucesso da Pixar, apesar de ter sua sequência adiada para 2019, o filme original ainda é marcado por sua animação, trama e direção até hoje, rendendo 2 oscars ao estúdio de animação.

O filme foi escrito e dirigido por Brad Bird, esse que já escreveu e dirigiu Ratatouille e Gigante de Ferro também, e já dirigiu Missão Impossível: Protocolo Fantasma. Em resumo, Brad Bird já é um homem de grande experiência no assunto acerca de filmes de ação com uma ótima trama.

Nostalgia: Os Incríveis
Fonte da imagem: Pixar

Os Incríveis, lançado em 2004, conquistou o oscar de melhor longa de animação e melhor edição de som, o filme que mostra como seria vida de super-heróis aposentados no nosso cotidiano, com escola, trabalho, carros normais e uma vida monótona como a nossa. O filme acompanha a trama da Família Pera, com o pai Roberto Pera, antigo Senhor Incrível, a mãe Helena Pera, ex- Mulher Elástica, e os filhos Violeta, Flecha e Zezé.

Senhor Incrível em uma noite (consequentemente, a do seu casamento com a Mulher Elástica) estava fazendo seu trabalho como herói e salvou um homem cometendo suicídio, deixou o vilão Bomb Voyage escapar por causa das mancadas do seu supostos ajudante, Guri Incrível, seu fã número 1 chamado Bocheca, e resgatou centenas de pessoas em um vagão de metro destinado a uma explosão que mataria milhares. Depois desses atos heroicos, todos aqueles que se feriram entraram em processo contra o Senhor Incrível e sua irresponsabilidade que evitou suas mortes porém feriu gravemente todos as pessoas. O processo chegou ao ponto de ordenar que todos os supers se aposentassem da vida de heróis.

Os Incríveis Relembrando
Fonte da imagem: Pixar

Anos depois, Robero e Lúcio, seu melhor amigo e ex-herói Gelado, se unem para fazer justiça como vigilantes fora-da-lei. Porém eles são descobertos por Mirage, que oferece ao Senhor Incrível uma nova chance que ele esperou anos, e certamente não recusaria. Porém era uma armadilha de Bochecha, seu antigo ” parceiro “, se tornou Síndrome, o vilão que planeja eliminar cada um dos antigos heróis e construir armas que ameaçassem as cidades, porém ao final, Síndrome planejava destruir essas máquinas e se tornar um herói.

Esse é o enredo do filme, mas ainda assim, todos os outros atributos são incríveis. A direção de arte ainda é considerado algo excepcional até hoje, com muitas pessoas preferindo o visual desse filme á grandes sucessos da Pixar atualmente. A caracterização dos personagens acerca de seus poderes é algo impressionante, junto com os movimentos detalhados de cada personagem.

A trilha sonora marcante realmente se assemelha aos filmes de herói atuais, marcando presença e sem se repetir muito, rendendo um oscar á Pixar. E a dublagem brasileira é esplêndida, nem se nota a diferença entre o movimento da boca e a fala traduzida, parece até mesmo que o filme foi produzido aqui no Brasil.

Os Incríveis é o filme de super-heróis maia famoso antes da moda atual desses filmes, e por isso será lembrado por muitos com um sentimento nostálgico e bem-humorizado. O filme consegue ter uma base forte como comédia, ação, aventura.

E você, o que acha de “Os Incríveis”? Compartilhe a sua opinião conosco!

  • Pedro Gouvea

    Eu curtir…. Vou assistir, segunda,no Netflix… ^:^

Cinema

Sócio da Aibu’s Films, escrevo para o site e sou estudante no Ensino Médio.

Veja também outras matérias relacionadas a Cinema:

Crítica: Moana

Juan de Souza06/01/2017

Crítica: Rogue One – Uma História Star Wars

Juan de Souza17/12/2016

Curiosidade: As cenas reutilizadas da Disney

Juan de Souza18/10/2016

Crítica: Meu Amigo, o Dragão

Juan de Souza02/10/2016

Filmes que todo empreendedor deveria assistir no Netflix

Juan de Souza14/08/2016

Crítica: Esquadrão Suicida

Juan de Souza05/08/2016