Games

Review: Halo: The Master Chief Collection

Halo: The Master Chief Collection é uma coleção única e exclusiva do Xbox One. O mesmo foi apresentado pela primeira vez durante a E3 2014, a 343 Industries surpreendeu o público ao anunciá-lo com versões remasterizadas de todos os clássicos numerados da franquia Halo. Descubra o que achamos da coleção em nosso review!

Análise de Halo: The Master Chief
Fonte da imagem: Microsoft

Até o exato momento, a franquia Halo é considerada uma das mais importantes do Xbox. Além disso, a envolvente história de Master Chief surgiu em novembro de 2001, juntamente com o primeiro Xbox lançado pela Microsoft.

Halo: Combat Evolved esteve presente nos mais diversos consoles de mesa da Microsoft. O sucesso não era à toa. A jornada do Master Chief impressionou a todos com uma experiência bem imersiva, atmosférica e recheada de personagens marcantes e inovadores – algo raro de se ver nos games do gênero FPS da época.

Análise de Halo: The Master Chief Xbox One
Fonte da imagem: Microsoft

A coleção da franquia Halo conta com os quatro principais games da série, o que inclui quatro grandes campanhas e todo o conteúdo multiplayer responsável por garantir um bom divertimento às gerações passadas.

O remake não só traz de volta os clássicos da franquia em um pacote, como oferece versões remasterizadas de Halo: Combat Evolved, Halo 2, Halo 3 e Halo 4. Afinal, agora, com todo material rodando a 1080p60, é natural que a qualidade gráfica seja muito superior ao que vimos no passado.

A missão da 343 Industries não foi simplesmente “reviver” os games da série. Foram realizadas diversas melhorias visuais em Halo 3 e Halo 4, como ajustes de controles e modelagem de personagens e os demais objetos.

Análise de Halo: The Master Chief Xbox One
Fonte da imagem: Microsoft

Na antiga geração, isto é, no Xbox 360, os efeitos sonoros das armas eram fracos, devido aos limitados recursos de áudio. Na nova versão, temos disparos mais impactantes e sons minuciosamente caprichados e realistas.

Todas as campanhas permaneceram intocadas, porém as mudanças visuais fizeram com que o game alcançasse o impulso da nova geração. Ainda que a jogabilidade de alguns games da franquia pareça estar um pouco obsoleta nos dias de hoje, visto que não é possível correr ou saltar com impulso (Double Jump), por exemplo, é difícil reclamar de qualquer aspecto.

Uma das grandes novidades fica por conta da possibilidade de voltar aos efeitos, para uma breve e divertida comparação e, isso é possível. Através do botão “Options” presente no controle do Xbox One, você é capaz de acessar instantaneamente o aspecto antigo dos games. Inclusive, até mesmo os tradicionais bugs do passado encontram-se presentes, o que é algo extremamente nostálgico e, de certa forma, divertido.

Análise de Halo do Xbox One
Fonte da imagem: Microsoft

Enquanto as mudança gráficas fazem o seu papel, algumas decisões artísticas foram um pouco diferentes do convencional. Isso porque, Halo tinha como marca registrada os seus ambientes escuros e que promoviam tensão constante. Infelizmente (ou não), a atmosfera foi praticamente substituída dos momentos “clássicos”.

Nos novos cenários, temos mais claridade e cores vibrantes do que gostaríamos. Isso significa que a jogatina está bem menos minimalista do que a original. É claro que isso não chega a ser um ponto negativo, uma vez que o novo conceito artístico certamente vai agradar aos jogadores recém-chegados que estão acostumados com os padrões visuais da atualidade.

Com relação ao idioma, todos os textos do menu foram adaptados para o português. Entretanto, a campanha de Halo: Combat Evolved oferece apenas legendas em nossa língua, enquanto Halo 2, infelizmente, encontra-se completamente em inglês. No caso de Halo 3 e 4, ambos nos presenteiam com um trabalho impecável de dublagem.

Review Halo Game Xbox One
Fonte da imagem: Microsoft

A 343 Industries cumpriu (literalmenet) a sua missão de transmitir todas as opções através de um menu simplificado e que vai fazê-lo navegar rapidamente entre campanhas, mapas e modos multiplayer. Com isso, na aba de missões, não só é possível escolher a campanha desejada, como também pela fase desejada, o que é sensacional. Além de tudo, todos os níveis de dificuldade do passado estão presentes.

Podemos dizer que, estamos diante de um dos melhores modos multiplayer de todos os tempos. Nele, o player pode se aventurar por mais de 10 modos e 106 mapas. O número é incrível e, mesmo assim, após visitar todos eles, você ainda terá a sensação de não conhecê-los de forma bem completa, o que lhe garante ainda mais diversão.

Os modos multiplayer garante que você reviva os momentos nostálgicos, já que Halo: Combat Evolved, por exemplo, nunca foi desfrutado em modos online (a Xbox Live chegou ao Xbox 360 muito depois de seu lançamento oficial) e os servidores de Halo 2 foram desativados em 2010. Não há palavras para descrever o quão interessante e divertido é o multiplayer de Master Chief Collection. Nela, estão reunidas gerações de arenas competitivas e variadas.

Nossa Opinião
  • Gráficos - 9.5/10
    9.5/10
  • Jogabilidade - 9.8/10
    9.8/10
  • Áudio - 10/10
    10/10
  • Multiplayer - 10/10
    10/10
  • Diversão - 10/10
    10/10

Conclusão

Halo: The Master Chief Collection lhe proporciona a maior e melhor saga do Xbox em um único módulo. A obra-prima certamente ficará registrada como uma das maiores coletâneas da história. O título merece ser apreciado por qualquer fã de console, afinal, consegue ser bem superior a todos os outros shooters futuristas em termos de qualidade narrativa e multiplayer do mundo dos games.

9.9/10

E você, o que acha do game? Compartilhe a sua opinião conosco!

Imagem: Microsoft

Games
@tfxbrasil

Meu nome é Juan de Souza, tenho 17 anos de idade, sou o Fundador e CEO do TFX Startup, uma empresa com serviços e projetos inovadores, com o foco no Brasil e em outros países da América.

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Carros 3: Correndo para Vencer

Juan de Souza22/06/2017

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Os maiores clássicos do Super Nintendo

Juan de Souza01/06/2017

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017

Review: Slime Rancher

Juan de Souza08/05/2017