Games

Review: Unmechanical: Extended

Unmechanical: Extended é um game conhecido por ser bem diferente. O conceito é simples: um game no estilo puzzle e plataformas, adorado por inúmeros jogadores de todo o mundo e que chega recentemente ao PlayStation 4 com uma novidade interessante, a edição “Extended“, que contém ainda mais puzzles e mistérios para você solucionar. Contudo, será que o game deixa a desejar em algum aspecto? Descubra!

Unmechanical: Extended Análise
Fonte da imagem: Grip Games

A história é bem simples e objetiva, começa quando você raptado e transportado para um mundo subterrâneo secreto repleto de máquinas desconhecidas. O detalhe aqui é que, você pode voar livremente através deste estranho mundo, para solucionar uma variedade gigantesca de puzzles e mistérios. A viagem em busca da liberdade já começou!

A aventura começa quando um pequeno robô com uma hélice no topo e um raio trator embaixo é capturado por um cano que o suga para o interior da Terra. Lá, esse pequeno robô terá que resolver vários puzzles se quiser encontrar seus amigos novamente.

O jogo se resume a resolver pequenos enigmas que envolvem física. Na maioria deles, o robô deve carregar pedras para acionar dispositivos. Muitos enigmas também envolvem o tempo como mais uma variável da ”equação”. Porém, sem qualquer tipo de tutorial ou dica, Unmechanical: Extended Edition vira uma experiência muito particular.

Unmechanical: Extended Crítica
Fonte da imagem: Grip Games

Logo no início percebe-se como a proposta é única. O jogo, diferente de outros games, não ensina sequer os botões a serem utilizados para movimentar o personagem. Pouco a pouco, o jogador descobre que basta movimentar o analógico para mover o personagem e utilizar um único botão para usar o raio trator.

O começo do jogo é lento e o primeiro desafio consiste apenas em retirar algumas pedras do caminho para prosseguir. Felizmente, não demora muito para os primeiros grandes enigmas serem apresentados ao jogador. Uma qualidade de Unmechanical é que ele nunca fica impossível de ser solucionado, mesmo quando o jogador faz a maior bagunça.

Enquanto alguns games específicos de puzzle procuram exigir um grande exercício mental, Unmechanical: Extended Edition desafia o jogador o suficiente para empurrá-lo para uma solução definitiva, sem forçar a frustrações constantes. O game tem um constante ritmo de progressão, o que é bastante satisfatório.

Comentários Unmechanical: Extended
Fonte da imagem: Grip Games

Originalmente, o jogo foi anunciado e lançado inicialmente no Steam e Android/iOS. Contudo, houve novas versões, para o PlayStation 3, PlayStation 4 e Xbox One. O visual permanece idêntico ao original, com uma leve mudança em algumas texturas de rocha, algo que é quase imperceptível. Apesar do visual em 3D, o game mantém a mesma jogabilidade 2D clássica.

A trilha sonora se destaca pela ausência de grandes efeitos sonoros e a sensação de solidão pode aparentar algo triste. Contudo, perto do final do game é possível encontrar outros robôs e interagir com eles, o que é bem legal.

Unmechanical: Extended, apesar do nome, é um game bem curto. Em torno de três horas é possível zerá-lo. As fases adicionais são acessadas ao finalizar o game, mas adicionam apenas mais 30 minutos (aproximadamente) de diversão. Era esperado que essa versão estendida adicionasse novos elementos no menu, como a possibilidade de selecionar áreas anteriores, algo que não é possível no jogo, pois possui apenas uma grande fase com vários checkpoints (pontos de verificação).

Nossa Opinião
  • Gráficos - 7.5/10
    7.5/10
  • Jogabilidade - 8.8/10
    8.8/10
  • Áudio - 7.9/10
    7.9/10
  • Multiplayer - 2/10
    2/10
  • Diversão - 9.5/10
    9.5/10

Conclusão

Unmechanical: Extended é um game apresentando por conter diversos tipos de puzzles envolvendo elementos de física, além de ser um game ideal para relaxar com músicas cativantes e enigmas na medida certa. Porém, a versão "estendida" adiciona muito pouco quanto à versão original e pode decepcionar quem esperava uma grande novidade na jogabilidade ou nos cenários. Por outro lado, o game acerta em cheio em possuir diversos pontos originais, que se destaca dos demais games de puzzles atuais.

7.1/10

E você, o que acha do game? Compartilhe a sua opinião conosco!

Imagem: PlayStation

  • Bruno Machado

    Oba! tem pra PlayStation 4?

Games
@tfxbrasil

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Assassin’s Creed Origins

Juan de Souza06/11/2017

Review: Super Mario Odyssey

Juan de Souza27/10/2017

Review: Forza Motorsport 7

Juan de Souza03/10/2017

Review: Cuphead

Juan de Souza30/09/2017

Review: Uncharted: The Lost Legacy

Juan de Souza25/08/2017

Review: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Juan de Souza04/07/2017