Games

Review: Star Wars: Battlefront

Star Wars: Battlefront é o mais novo game a ser inspirado na premiada obra de George Lucas. Produzido pela DICE e publicado, como sempre, pela Eletronic Arts, o game aposta em batalhas empolgantes de multiplayer para replicar os épicos conflitos entre o Império de Darth Vader e a Aliança Rebelde. Mas será que o game conseguiu cumprir com o que foi prometido durante a conferência na E3 desse ano? Descubra!

Análise Star Wars: Battlefront
Imagem/Reprodução: EA

Disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC, Star Wars: Battlefront é, de longe, um dos games mais aguardados do ano. Nele, você visualiza uma breve tela de abertura, onde os jogadores são levados ao menu principal, no qual apenas duas opções estão disponíveis. Em “Multiplayer” há todos os modos online do jogo, que requerem conexão com a internet e outros players online para funcionar corretamente.

No total são nove modalidades distintas, incluindo Supremacia (algo parecido com a “Conquest“, de Battlefield), Batalha, Esquadrão de Combate, entre outras variações de modos de jogo tradicionais. Na outra opção, “Missões”, os players podem convidar amigos para jogar ou partir para aventuras no modo “solitário”. O modo não chega a ser semelhante a uma campanha, mas é alternativa para aprender e aprimorar os comandos do game, além de se divertir com os confrontos e investir algumas horas tentando bater recordes e desbloquear mais estrelas.

Nas partidas, os jogadores são divididos em duas equipes diferentes, cada uma representa um dos lados da força. Com exceção de personagens mais fortes, como Luke Skywalker e Darth Vader, todos os soldados se comportam exatamente da mesma forma, e usam armas idênticas. Isso garante o equilíbrio das batalhas.

Análise Star Wars: Battlefront
Imagem/Reprodução: EA

Além das armas tradicionais, os players também contam com o interessante sistema de cartas desbloqueáveis, que garantem equipamentos adicionais para os personagens. Comprados com pontos entregues após as partidas, eles permitem o uso de pistolas, granadas, rifles de precisão, e outras utilidades como, por exemplo: jetpacks e torretas.

Claramente baseado no estilo e mecânicas de Battlefield, o game conta com jogabilidade muito precisa e divertida. Correr pelos vastos cenários e disparar os diferentes modelos de Blasters contra os inimigos é fácil até mesmo para iniciantes no gênero. Apesar das similaridades, as armas possuem características exclusivas que podem se encaixar em situações e diferentes estilos de jogo.

Um ponto positivo é a possibilidade de pilotar veículos do game, o que é muito intuitivo, já que basicamente só uma das alavancas analógicas são utilizadas para decidir a direção e aceleração dos jatos, naves, robôs, motos, entre outros. Esses veículos só estão disponíveis em alguns modos de jogo, que também contam com mapas com mais espaço para abrigar o seu deslocamento.

Análise Star Wars: Battlefront
Imagem/Reprodução: EA

Ao jogar o novo game pela primeira vez, é praticamente impossível não se impressionar com as características gráficas apresentadas. Desde os modelos de soldados até os cenários, tudo está bastante caprichado, com texturas de alta qualidade, os efeitos especiais e as animações dos personagens foram muito bem trabalhadas. Além disso, o game também roda de “forma fluída”, sem engasgos ou problemas de desempenho.

Agora vamos falar de um dos pontos que geralmente não mencionamos: os menus do game, que seguem o estilo minimalista que remete muito aos primeiros filmes da série, com direito a transições de tela e elementos épicos. Todas essas qualidades colocam Star Wars: Battlefront entre os games mais bonitos e impressionantes já feitos.

Complementando a apresentação espetacular, a Trilha Sonora também chama a atenção com a reprodução de centenas de efeitos e ruídos que deixam o clima ainda mais convincente. Ah! Vale lembrar que a memorável trilha sonora do filme também está presente em diversos momentos, com uma ótima seleção de faixas.

Nossa Opinião
  • Gráficos - 10/10
    10/10
  • Jogabilidade - 9.1/10
    9.1/10
  • Áudio - 7.9/10
    7.9/10
  • Multiplayer - 9.6/10
    9.6/10
  • Diversão - 8/10
    8/10

Conclusão

Star Wars Battlefront conseguiu reviver a tradicional série da Eletronic Arts com todos os méritos, e deve agradar a antigos fãs da série e novatos no universo de George Lucas. Porém, a ausência do modo campanha pode frustar alguns gamers que gostavam desse modo. Por outro lado, o jogo justifica sua existência pelo excelente multiplayer e um pacote de missões para jogar sozinho ou com os amigos.

Um dos assuntos que, inclusive, mencionamos em um podcast, são as DLCs e Season Pass. Em Star Wars: Battlefront, a EA ainda continua com as suas práticas um tanto quanto "abusivas", chegando a cobrar até $ 50 USD por um Season Pass. Depois de algumas horas, dá a entender que o jogo não está completo, e definitivamente não está. Isso porque as demais modalidades apresentadas em vídeos pela própria companhia, só estão disponíveis nas versões mais caras, o que vai frustar a maioria dos fãs da franquia.

Para comprar, clique em nossa loja abaixo:

RecantoShop

8.9/10

E você, o que acha de “Star Wars Battlefront”? Diga nos comentários abaixo!

Imagem: EA

Games
@tfxbrasil

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Juan de Souza04/07/2017

Review: Carros 3: Correndo para Vencer

Juan de Souza22/06/2017

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Os maiores clássicos do Super Nintendo

Juan de Souza01/06/2017

The Legend of Zelda: veja as curiosidades

Juan de Souza19/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017