Curiosidades

HD vs. SSD – Qual é a melhor opção?

Em um período onde os arquivos não eram armazenados na nuvem, um bom hardware era essencial. Eles eram relativamente grandes e parrudos, e possuíam a capacidade de armazenamento do celular, por exemplo. Após um período, com novas possibilidades e tecnologias de armazenamento, foram inventadas algumas nomenclaturas para facilitar a divisão e o compreensão sobre tais dispositivos. Saiba mais em nossa matéria!

Notebook Hard Disk Dispositivo
Imagem/Reprodução: PCWorld

O HD (Hard Disk) é uma parte física e integrante dos computadores e alguns notebooks, sendo responsável pelo armazenamento de dados. Sua memória é não-volátil, isto é, os dados não são perdidos caso o aparelho seja desligado. Todos os dados são gravados em discos magnéticos, e quanto mais finos, melhor será a gravação. Por isso discos de mesmo tamanho podem ter capacidades de armazenamento bem diferentes.

Normalmente, os aparelhos que utilizam a memória HD de discos magnéticos são os desktops convencionais, os All-in-One, os notebooks e os servidores. Eles precisam deste tipo de HD para executar suas funções que usualmente são mais exigentes que nos tablets e smartphones. No entanto, a velocidade de processamento desses dados é, evidentemente, mais lento.

Solid State Drive - SSD Dispositivo
Imagem/Reprodução: Informa Global

Agora, o SSD é um pouco diferente. Sua sigla significa Solid State Drive. Sua construção é baseada em um circuito integrado semicondutor, feito em um único bloco. Diferentemente do HD convencional, onde o armazenamento é feito em discos magnéticos, ou como os CDs e DVDs, que funcionam com leitura ótica, os SSD podem utilizar a Memória RAM, Memória Flash ou o próprio semicondutor.

Há inúmeras vantagens do SSD em relação aos HDs: por não possuírem componentes eletromecânicos para a leitura dos arquivos, ele se torna completamente silencioso. Por outro lado, isso também facilita o acesso aos dados, algo primordial para quem precisa de velocidade e desempenho. Ao contrário dos discos rígidos, no qual o “braço” mecânico de leitura precisa ir de uma ponta a outra do disco, o SSD tem tudo à mão. Ele também esquenta menos e consome menos energia.

Smartphones e Tablets estão entre os gadgets que mais utilizam SSD. Porém, não podemos esquecer também das máquinas fotográficas digitais, que utilizam deste tipo de armazenamento para dar um tempo maior de resposta em suas fotos e armazenar um número bem maior de imagens. Esses aparelhos citados não precisam de uma memória extensa, porém, precisam que o tempo de resposta seja o mais rápido possível. Veja abaixo um HD em funcionamento e a velocidade de carregamento do SSD e do HD:

E você, o que acha da diferença? Compartilhe a sua opinião conosco!

Imagem: Digital Trends

Curiosidades
@tfxbrasil

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).

Veja também outras matérias relacionadas a Curiosidades:

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Por que o mascote do Linux é um pinguim?

Juan de Souza15/05/2017

Nostalgia: Nintendo 64

Juan de Souza12/05/2017

Benefícios científicos de jogar videogames

Juan de Souza03/05/2017

Deixar o PC ligado muito tempo estraga?

Juan de Souza26/04/2017

Canais no YouTube para aprender Inglês

Juan de Souza05/01/2017