Cinema

Batman vs Superman: Marvete vs DCnauta

Já faz uma semana que um dos filmes mais aguardados do ano estreou e é inegável que Batman vs Superman chamou bastante atenção por causa da polêmica à sua volta que consistia na imensa polarização do público. As discussões continuam acontecendo e dois lados claros parecem ter se formado: os Marvetes e os DCnautas. Porém, obviamente, nenhum dos extremos está correto, e muitas pessoas que se encontram no meio da briga são tachadas de uma coisa ou de outra devido à raiva nos argumentos. Raiva essa que vem levando a um discurso bastante irracional.

O texto a seguir contém SPOILERS do filme “Batman vs Superman: A Origem da Justiça“.

“O filme é um lixo!”, “A DC só faz coisa ruim!” ou “É um filme feito só pros fãsde verdade dos quadrinhos.”, “Isso é porque todos estão acostumados aos filmes bobos da Marvel.” são frases que têm aparecido muito recentemente. Afinal, o filme é realmente tão ruim assim ou o público não entendeu?

Para responder a essas perguntas, recomendo a leitura da crítica do filme. Além disso, é bom ressaltar alguns pontos. É verdade que o longa é cheio de problemas. Isso não é uma questão subjetiva. Várias falhas técnicas são visíveis, principalmente no roteiro:

  • Um excesso de elementos prejudiciais o ritmo (Universo do Batman, Mulher-Maravilha, Arco dramático do Superman, Criação da Liga da Justiça, Lex Luthor, Apocalipse, Lois Lane…)
  • Soluções preguiçosas (O e-mail com as informações da Liga, as pazes devido ao nome das mães, o recurso da “donzela em perigo” usado QUATRO vezes…)
  • Efeitos visuais irregulares (APOCALIPSE!!!)
  • Motivações rasas ou falta de motivações (O motivo da briga dos dois protagonistas, as ações do Lex Luthor…)
  • Incoerência no tratamento dos personagens (O Superman pode salvar a Lois Lane em qualquer lugar ou situação, mas quando a sua mãe é sequestrada, ele precisa enfrentar o Batman???)

Esses são só alguns dos principais tropeços do filme.

Algo que pode ter prejudicado bastante a experiência, mesmo não sendo culpa do filme em si, foi a campanha de marketing. Qualquer um que assistisse aos três principais trailers já saberia da história completa. Além disso, toda a campanha foi baseada na luta entre os dois heróis, inclusive o próprio título, o que tornou decepcionante perceber que a luta dos dois dura pouquíssimo tempo e acontece por motivos fracos. As cartas para o Batman, por exemplo, são desnecessárias, visto que só a destruição de Metropolis já seria um pretexto excelente para a sua raiva contra o kryptoniano. Só precisava ser desenvolvido.

Zack Snyder tentou fazer, ao mesmo tempo um filme que se sustentasse sozinho e um trailer para os próximos. O resultado foi um filme fraco e um trailer fraco.

Esse foi um grande erro de Vingadores 2 também, produzido pela Marvel. É desnecessário gostar apenas de uma editora, só é preciso que elas realizem bons produtos. A Marvel comete seus erros sim, mas com muito menos frequência que a DC. Lembrando que essa discussão é apenas sobre a área de cinema. Os filmes do Thor e Homem de Ferro 3 são filmes ruins. Mas esses são três de onze. O desempenho da Marvel é muito mais regular e, mesmo que às vezes sujam filmes medianos com Homem-Formiga, é raro sair uma produção fraca deles.

Aliás, muito se tem falado que as pessoas não gostaram de BvS porque é muito mais sombrio/realista do que os longas da Marvel. Bom, a batalha com o Apocalipse é sombria ou realista? Compare com Homem de Ferro 1 ou os filmes do Capitão América. Além disso, o realismo nem sempre é algo bom, afinal eles são super-heróis. Mal ou bem, eles vão salvar o dia no final. Claro que existem as exceções (como o Batman do Nolan), mas não admitir essa natureza desses personagens é querer que eles sejam outra coisa. A impressão que fica é que como existem poucos argumentos para defender o filme, são usados argumentos para atacar outros.

Os problemas do filme não impedem alguém de gostá-lo, mas é preciso reconhecer que o filme não é perfeito. A DC tropeçou, mas, como dizia o pai de Bruce Wayne, nós caímos apenas para nos reerguer. DC e Marvel podem coexistir em harmonia e quem iria ganhar com isso são os fãs. Defender uma diminuindo a outra é uma atitude que só traz malefícios.

Imagem: Forbes

Cinema

Meu nome é Bernardo Hippert, diretor da Aibu’s Films. Amante de cinema e nerd old school.

Veja também outras matérias relacionadas a Cinema:

Crítica: Moana

Juan de Souza06/01/2017

Crítica: Rogue One – Uma História Star Wars

Juan de Souza17/12/2016

Curiosidade: As cenas reutilizadas da Disney

Juan de Souza18/10/2016

Crítica: Meu Amigo, o Dragão

Juan de Souza02/10/2016

Filmes que todo empreendedor deveria assistir no Netflix

Juan de Souza14/08/2016

Crítica: Esquadrão Suicida

Juan de Souza05/08/2016