Games

Review: Cuphead

Cuphead é um game que chamou a atenção do público desde sua primeira aparição por conta de seu visual “diferente”. Sua estética replica animações antigas, das décadas de 1940 e 1950, de maneira criativa a charmosa. Sem dúvidas, é um dos jogos mais aguardados que acaba de chegar ao Xbox One e também ao Windows 10. O título desenvolvido pela Studio MDHR é divertido, incrivelmente engraçado e desafiador, uma experiência incrível. Mas será mesmo que Cuphead consegue se destacar? Confira!

Cuphead acabou ganhando uma reputação de ser um game relativamente difícil, então vamos esclarecer isso: Cuphead não é impossível; não chega a ser um Dark Souls em 2D, nem é o jogo mais bonito do mundo de bala-inferno; nem sequer é punido. Para um jogo que estabeleceu uma identidade em torno de um design “antigo“, o Cuphead é inesperadamente incrível.

Xbox One Cuphead Análise em Português
Imagem/Reprodução: Xbox

Anunciado inicialmente em 2014, Cuphead cultivou uma grande curiosidade em torno de seu estilo de arte, em virtude da homenagem aos desenhos animados da década de 1940 da Disney e Fleischer Studios. Os irmãos Chad e Jared Moldenhauer, juntamente com o animador Jake Clark, engrenaram a arte desenhada à mão com o gênero run-and-gun popularizado por jogos pixelados como Mega Man.

O resultado é um retrocesso em um retrocesso, uma incrível nostalgia para os bons velhos tempos de jogos e animações. Ainda assim, Cuphead ensina o player sobre como superar cada obstáculo. Toda luta de chefe tem uma estratégia a ser identificada através de tentativa e erro. E isso é fantástico! Para evitar o estresse, é sempre bom pensar nas falhas como uma ferramenta maior do que a própria arma.

Análise Xbox One em Português Cuphead
Imagem/Reprodução: Xbox

Não espere encontrar facilidades em Cuphead ou algo do gênero, pois o jogo promete punir severamente aqueles que se recusarem a prestar atenção no padrão dos movimentos de cada um dos chefes que serão apresentados ao longo da jornada.

Esses inimigos, aliás, apresentam estilos e padrões bem variados. Um deles, por exemplo, é uma cenoura que usa basicamente três golpes: disparo de terra e minhoca na primeira etapa, raios que saem da cabeça dela e uma espécie de chuva de cenouras na segunda. E, devo confessar, esse foi o desafio mais fácil, pois consegui derrotá-lo sozinho.

Análise Cuphead em Português
Imagem/Reprodução: Xbox

Um dos principais aspectos que, literalmente, salta aos olhos é, claro, a arte, que consegue ser ainda mais bonito quando você o joga. É impressionante e quase mágico vermos os personagens saltando e se movimentando e perceber que estamos controlando tudo em um desenho animado interativo. O visual consegue superar até mesmo jogos como Child of Light e Rayman Legends.

A parte boa de Cuphead é que não só os aspectos visuais impressionam e ele se mostra rapidamente ser também um game que vai garantir várias horas de diversão ao jogador. Os controles são simples, típicos de shoot, e rápidos de serem dominados, o que faz toda a diferença na jogabilidade. Afinal, a dificuldade que o jogo entrega acaba por se tornar mais um atrativo.

Análise Cuphead Review em Português
Imagem/Reprodução: Xbox

Além disso, no game é possível escolher as fases em qualquer ordem, somente explorando o grande mapa principal, em uma pegada meio Commander Keen. Já cada fase é, na verdade, uma luta de chefe. Além de serem variados, eles são fortemente inspirados nos games clássicos de 8-bits e 16-bits, com padrões de ataque e até mesmo formas finais. Um, em particular, é claramente uma homenagem ao Mecha Dragon de Mega Man 2. Já outro, com abelhas e colmeias ao fundo, parece ter sido tirado diretamente de Donkey Kong Country 2.



Nossa Opinião
  • Gráficos - 10/10
    10/10
  • Jogabilidade - 9.4/10
    9.4/10
  • Áudio - 9.0/10
    9.0/10
  • Diversão - 10/10
    10/10

Conclusão

"Cuphead" está sendo desenvolvido há alguns anos, e é ótimo ver que ele faz jus às suas promessas desde a E3 2015. É uma experiência incrível e muito divertida. Com uma trilha sonora impecável, captura perfeitamente a época em que seus developers tão claramente reverenciam.

Além disso, é também um game de ação intenso e com nível de dificuldade crescente. Podemos afirmar com todas as letras que Cuphead é uma conquista tremenda que provavelmente irá sair como um dos títulos mais incríveis e criativos de 2017.

9.6/10

Imagem: Xbox

Games
@tfxbrasil

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).

Veja também outras matérias relacionadas a Games:

Review: Forza Motorsport 7

Juan de Souza03/10/2017

Review: Uncharted: The Lost Legacy

Juan de Souza25/08/2017

Review: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

Juan de Souza04/07/2017

Review: Carros 3: Correndo para Vencer

Juan de Souza22/06/2017

Os 8 bugs mais esquisitos da história dos games

Juan de Souza12/06/2017

Os maiores clássicos do Super Nintendo

Juan de Souza01/06/2017